Editorial
Vitórias e sucesso dos nossos associados!
Em um país onde o regime político é o capitalismo, os trabalhadores assalariados por falta de visão e planejamentos acabam sendo excluídos do cenário social por culpa das incompetências administrativas dos governantes, que se aproveitam da fragilidade desse seguimento tirando vantagens da situação. O Brasil tem uma das piores distribuições de renda do mundo e as políticas públicas perdem sua eficiência quando se trata do atendimento de qualidade na questão da saúde, educação, moradia e outras. Esse cenário levou a entidade social PRÓ-MORADIA a interagir pela defesa daquelas pessoas que nos procuram. Muitas lideranças são tocadas ao chamamento dos serviços sociais que exige personalidade forte e competência para o exercício da função. Foi o que aconteceu com nosso time, muitas vitórias conquistadas com ousadia e determinação. Um novo projeto, garantindo novas moradias e recuperação de renda vinda oferecer. O histórico da entidade iniciou-se no ano de 1993 quando seus trabalhos ganharam corpo atuando na área de moradias populares, delineando da luta sua primeira conquista: assentamentos no Jd. Beatriz.  Outras no residencial Vila Portugal, Jd. Mirna e também residencial das Cigarreiras (projeto finalizando) somando um total de mais de 400 famílias atendidas.  Novo objetivo: um plano cooperativo, a experiência e vitórias credenciam a novos projetos tanto independentes como em parcerias não importando sua complexidade. O movimento abre inscrições para essa nova fase - programa cooperativo de moradia e também renda.  Nota: venham até o escritório se inteirar desse projeto e faça sua inscrição – o endereço do estabelecimento comercial está localizado na Estrada Benedito Cesário de Oliveira, 677 –  Vila Iasi, Taboão da Serra, SP. Fone 4245-4306. Expediente de segunda à sexta das 8:00  às 18:00 e sábado das 8:00 às 13:00 horas.
2011. RADIO REGIAO ON LINE  Todos os direitos reservados .
Home          Informativo        Videos      Projetos   Administração    Contatos
ATA DE ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA
QUE DISCIPLINA O SISTEMA DE DEVOLUÇÃO FINANCEIRA NO CASO DE CANCELAMENTO DO TERMO DE ANUÊNCIA

Aos dez dias do mês de junho de dois mil e quatorze, reuniram-se em Assembleia Geral Extraordinária com o quórum legal, a Diretoria e associados do Movimento Pró-Moradia de Taboão da Serra, à Rua José Copazi, trezentos e dez, Parque Albina, Taboão da Serra, São Paulo. Pauta: Disciplinar o sistema de devolução financeira no caso de cancelamento do Termo de Anuência.

Para iniciar o representante legal da entidade deu abertura aos trabalhos explicitando a questão de disciplinar a forma de devolução financeira no caso de cancelamento do Termo de Anuência, quando houver pedido de baixa do associado do quadro cadastral.


E, a cláusula oitava e nona passam a ter a seguinte redação:

CLÁUSULA OITAVA - Em caso de desistência por parte do ASSOCIADO (A), após a assinatura do termo de anuência, o mesmo terá o valor integral devolvido com abatimento de 20% (vinte por cento) do valor pago, destinado a cobertura de despesas administrativas, da qual não será objeto de devolução.

PARÁGRAFO PRIMEIRO: Os 80% dos valores pagos que serão restituídos ao ASSOCIADO (A), será devolvido em parcelas de acordo com o número de parcelas pagas e/ou nas mesmas condições efetuadas até então pelo associado à associação.

PARÁGRAFO SEGUNDO: O ASSOCIADO (A) está ciente e concorda com a forma de restituição de valores pagos acima descrito, já que, a ASSOCIAÇÃO/COOPERATIVA foi constituída através dos esforços comuns dos associados para aquisição da casa própria, e os pagamentos efetuados pelos associados tratam-se de um fundo de reserva para tal aquisição, sendo que, outra forma de restituição acaba por atravancar a continuidade das obras prejudicando todos os associados.

CLÁUSULA NONA - Quando houver atraso no pagamento de qualquer parcela devida pelo ASSOCIADO (A), este será considerado inadimplente, devendo arcar com o pagamento de multa de 2% e de juros moratório de 1% ao mês, independente de qualquer formalidade, e seguirá as regras do Estatuto Social desta ASSOCIAÇÃO.

Foram passados esclarecimentos e, logo após colocou-se em apreciação, em votação, seguindo critério de maioria simples, perguntando quem concorda que sejam feitas essas alterações no Termo de Anuência, sendo então aprovadas pela maioria simples.
Segue anexa a redação do Termo de Anuência

Próxima reunião dia 12 de Agosto, às 20:00 horas, no Centro Comunitário Santo Expedito, à Rua José Copazi, 310, Pq. Albina, T. da Serra
Contador de visitas
???
Contador de visitas